I thought for a long time thinking about what to write in order to tell you but I know that what I write does not matter much to you.

“Ligo, às vezes não ligo. A saudade, bom, ela é pior do que todas as vírgulas existentes em uma frase, é uma reticência de pontos contínuos um a um, matando na mesma intensidade, o problema é que o ponto final nunca é final.”

Désir. (via imunidades)

183 NOTES / reblog / permalink

“Fiquei esperando sentado ao lado do telefone durante horas, ou dias, talvez. Esperei por uma ligação, uma mensagem, um sinal. Esperei, e até hoje espero. Mas esperar por alguém que nunca mais vai voltar cansa. Esperança é o pior dos sentimentos.”

Ampliador (via potencialidades)

768 NOTES / reblog / permalink

“Não resmungou nem gemeu nem bateu com os pés. Simplesmente engoliu a decepção e optou por um riso calculado - um presente dela para si mesma.”

A Menina que Roubava Livros.  (via imunidades)

18524 NOTES / reblog / permalink

“Olha, eu sei que o barco tá furado e sei que você também sabe, mas queria te dizer pra não parar de remar, porque te ver remando me dá vontade de não querer parar também.Tá me entendendo? Eu sei que sim. Eu entro nesse barco, é só me pedir. Nem precisa de jeito certo, só dizer e eu vou. Faz tempo que quero ingressar nessa viagem, mas pra isso preciso saber se você vai também. Porque sozinha, não vou. Não tem como remar sozinha, eu ficaria girando em torno de mim mesma. Mas olha, eu só entro nesse barco se você prometer remar também! Eu abandono tudo, história, passado, cicatrizes. Mudo o visual, deixo o cabelo crescer, começo a comer direito, vou todo dia pra academia. Mas você tem que prometer que vai remar também, com vontade! Eu começo a ler sobre política, futebol, ficção científica. Aprendo a pescar, se precisar. Mas você tem que remar também. Eu desisto fácil, você sabe. E talvez essa viagem não dure mais do que alguns minutos, mas eu entro nesse barco, é só me pedir. Perco o medo de dirigir só pra atravessar o mundo pra te ver todo dia. Mas você tem que me prometer que vai remar junto comigo. Mesmo se esse barco estiver furado eu vou, basta me pedir. Mas a gente tem que afundar junto e descobrir que é possível nadar junto. Eu te ensino a nadar, juro! Mas você tem que me prometer que vai tentar, que vai se esforçar, que vai remar enquanto for preciso, enquanto tiver forças! Você tem que me prometer que essa viagem não vai ser a toa, que vale a pena. Que por você vale a pena. Que por nós vale a pena, remar, re-amar, amar.”

Caio Fernando Abreu.   (via imunidades)

382 NOTES / reblog / permalink

“Eu acredito nas casualidades, nos encontros, nas passagens. Nas conversas que temos, nas músicas que cantamos. No que somos e nunca deixamos de ser. Eu acredito que podemos ser muito fortes, muito mais. Podemos ser como todos, e o tudo pode ser capaz. Eu quero suas mãos, suas ideias e defeitos, que me ensine o seu jeito, enquanto aprende o meu. Quero que faça sentido, que seja proibido, mas que entre nós todos não exista lei. Quero ser tudo que tem graça, que tem gosto e da pra sentir. Quero o que mais me da vontade, e quero vontade pra prosseguir. Quero voar, mergulhar, morrer e matar a vontade de querer.”

Esteban Tavares.   (via inverbos)

18785 NOTES / reblog / permalink

“É impressionante como a gente pode causar estragos, mesmo tendo boas intenções.”

Pretty Little Liars.   (via evidencias)

82966 NOTES / reblog / permalink
410